Festa de Xangô

Por Claudimeire Meneses

A primeira vez que entrei num terreiro de candomblé foi com 17 anos, levada pela minha avó por parte de pai, Dona Alaíde, filha de santo e infelizmente, hoje já falecida. A minha avó era minha madrinha e nós éramos muito ligadas. Ela queria que eu seguisse a religião, mas tive receio e não concordei. Até hoje me pergunto: “E se tivesse me entregado? Estaria arrependida ou não?”.

Essa é uma resposta que não tenho como saber, porque nunca fui fervorosa ao candomblé. Mas posso fazer diferente de pertencer, posso me aproximar, conhecer.

Chegando no terreiro Casa Branca do Engenho Velho ou Ilê Axé Iyá Nassô Oká, ia completar 7 horas da noite. Cerca de 30 pessoas esperavam o dia de festa, uma homenagem ou um culto aos orixás. Quando aquele som que mais parecia um ritmo contagiante começou, era quase 9 horas.  Os tocadores estavam em seus devidos lugares. O curioso público, que havia aumentado a quantidade de pessoas para assistir a cerimônia, estava em silêncio, acomodado em bancos rústicos. Os homens separados das mulheres.

O terreiro Casa Branca, o pioneiro do Brasil, foi fundado em 1830. Xangô, o Deus do fogo e do trovão, era o homenageado da festa. O teto da festa estava escondido por bandeirolas brancas e vermelhas. As paredes enfeitadas de flores e folhas. Uma homenagem a Xangô, mas aberta a todos os orixás com muita música e dança, vestimentas diferentes e bonitas.

Com um pouco de observação, a conclusão que se chega é que as divindades do candomblé têm características próximas as das humanas. São vaidosos, temperamentais, briguentos, fortes, ciumentos ou maternos.

Quando se está numa festa como essa, a sensação é de que a Bahia é uma Terra especial, rodeada de crenças e valores, de rituais e tambores. De uma parte, mãe de todos e os filhos dessa Terra, abençoados por forças talvez estranhas e desconhecidas, mas que existem sim e todos fazemos parte dela.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: