Jardim das delícias

Crítica sobre o espetáculo “Jardim das Delícias”

Por João Marcelo Carvalho

O espetáculo “Jardim das Delícias” é encenado pelo grupo de teatro de bonecos Das Helmi, e conta um pouco da vida do poeta barroco Gregório de Matos, o Boca de Inferno, através de relatos da sua vida e de citações de seus poemas que falavam sobre sua terra natal, Salvador. Formado por artistas baianos e berlinenses, o grupo é dirigido por Florian Loycke e tem como característica própria, usar os bonecos e seus manipuladores como personagens, sem esconder os atores, trazendo assim uma interação maior dos mesmos em cena. É impossível falar sobre “Jardim das Delícias” sem comentar sobre o Espaço Cultural Barroquinha. O ambiente, totalmente reformado, da antiga igreja da barroquinha, foi o cenário perfeito da peça “Jardim das Delícias”, nos remetendo ao rústico, com bancos de igreja, dentro de uma estrutura de igreja, mas tudo isso transformado em teatro. O cenário apresentava uma mistura de antigo e contemporâneo, onde caixas de papelão serviram como base – em poucos momentos – para que os atores pudessem manipular os bonecos, e também, para projeção de imagens da câmera filmadora que registrava todos os acontecimentos em off do palco. Esses cenas em off eram mostradas em duas perspectivas: uma como o olho do espectador para os fatos que estavam acontecendo, e outra registrando o “making off” de todas as cenas que eram projetadas. O conceito da peça é muito bom, mas alguns detalhes atrapalharam a compreensão da mesma, como o sotaque dos atores alemães e a dificuldade, em certos momentos, deles próprios em lembrar suas falas em português. Além disso, o enredo não me pareceu bem amarrado, mas também pode ter sido uma opção do diretor em apresentar dessa maneira. O espetáculo fez parte do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia, sendo apresentadas nos dias 29, 30 e 31 de outubro, que devido às dificuldades apresentadas, não houve um arrependimento em tê-la assistido, e sim, me remeteu a uma sensação de ter aprendido uma forma nova de se representar um espetáculo teatral, me deixando surpreso e cheio de planos (pois sou ator) para realização de projetos futuros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: